sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Terapia Ocupacional recebe nota máxima em avaliação do MEC


O bacharelado em Terapia Ocupacional acaba de receber nota máxima, numa escala de 1 a 5, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, ligado ao Ministério da Educação (Inep/MEC).

Todas as graduações da FCE que passaram por análise do Ministério da Educação atingiram a maior pontuação. Esse procedimento é realizado com o intuito de reconhecer e credenciar os cursos de graduação de todo o país.

Com esse resultado, o curso de Terapia Ocupacional da Universidade de Brasília está entre os três melhores do Brasil, ao lado da Federal do Paraná (UFPR) e da Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). O reconhecimento veio após a análise in loco dos consultores do Inep, efetuada entre os dias 13 e 16 de agosto.

Em relatório, os técnicos destacaram a habilidade do corpo docente e o projeto político pedagógico do curso (PPC). “Desde o quarto período da graduação, o aluno da Terapia Ocupacional é inserido na rede de atenção à saúde do DF. Esse foi um ponto de destaque, pois nesse aspecto o PPC do curso avança em relação ao Plano de Desenvolvimento Interno da universidade, colocando em prática a proposição da UnB de aproximar academia e comunidade”, aponta a coordenadora do curso, Paula Furlan.

 “Outro grande diferencial, que influenciou para a nossa nota, foi a atuação do Núcleo Docente Estruturante (NDE)”, diz Furlan. Trata-se de uma comissão composta por 11 professores, que atua no acompanhamento pedagógico do curso, e está presente em todas as graduações das universidades reconhecidas pelo MEC.

“Temos feito uma discussão curricular sólida, que destaca o potencial do corpo docente de fazer avaliações sistemáticas de seu trabalho educacional, inclusive apontando mudanças necessárias”.

NÚMEROS – A UnB oferece o curso de Terapia Ocupacional em Ceilândia desde agosto de 2008. O corpo docente do bacharelado é composto por 30 profissionais, dos quais 63% são doutores e 37% mestres em processo de doutoramento.
A cada semestre a graduação da FCE recebe 50 novos alunos. O curso possui 358 estudantes matriculados e já formou quatro turmas e um total de 64 profissionais. Em setembro deste ano, outros 27 estudantes devem terminar o curso.


 

 

Lançamento do livro Francisco Pão e Água

O professor Argemiro Procópio fará o lançamento do seu livro "Francisco Pão e Água - O Papa e o Novo Jeito de Ser Igreja", no Café Cultural, no próximo sábado(30), às 17h, no Centro Cultural de Brasília(CCB), localizado à SGAN 601.

O livro é uma publicação da Juruá Editora e segundo seu autor mostra o primeiro papa da América do Sul como transformador da igreja. Francisco é o papa da paz, de fácil acesso, tem uma ligação com a juventude. Francisco Pão e Água é o vigésimo livro do autor.

O Café Cultural acontece uma vez por mês, aos sábados. A iniciativa faz parte das atividades realizadas pelo CCB e busca promover, para além da espiritualidade, reflexões sobre os temas da atualidade, a partir de diferentes olhares e opiniões.

O autor

Argemiro Procópio é professor titular aposentado da Universidade de Brasília, coordenador do programa Vozes Diplomáticas, da UnB TV, Doutor em Sociologia (1979), fez pós-doutorado em Relações Internacionais (1989), ambos na Universidade Livre de Berlim. Concluiu pós-graduação no Instituto de Estudos dos Países em Desenvolvimento da Universidade Católica de Leuven, Bélgica.. Na cidade de Belo Horizonte colaborou com o Regional Leste II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. No Collegium Pró América Latina, Bélgica, se reaproximou da vida religiosa iniciada com os Irmãos Maristas em Mendes, Rio de Janeiro. Atualmente é coordenador da Biblioteca Juruá Diplomacia e Política Exterior.
 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Acidente com eletricistas da CEB

 
 
Acidente em uma Estação Transformadora da CEB, no subsolo do Conjunto Nacional, provocou desligamento de energia em parte da Asa Norte na manhã desta segunda-feira, de  10h21 às 10h35. No Conjunto Nacional, a energia está sendo reestabelecida aos poucos já que o local onde ocorreu o acidente passa por perícia.

Dois trabalhadores da CEB, que trabalhavam no local no momento do acidente, foram socorridos pelos bombeiros e encaminhados ao Hospital Regional da Asa Norte. A CEB está prestando toda assistência necessária aos trabalhadores e seus familiares.

Cleuber Barros Marques, de 40 anos, passou por cirurgia e está em observação. O estado de saúde é grave. Ele e sua família estão sendo assistidos por uma psicóloga da CEB.

Melquisedeque Barbosa Castro, de 31 anos, já recebeu alta. Ele e sua família estão sendo acompanhados por uma assistente social da CEB.

Ambos os trabalhadores são eletricistas da empresa, lotados na Gerência de Manutenção de Redes Subterrâneas (GRSB), e realizavam uma ação rotineira: a manutenção de exaustores. A CEB ainda não sabe o que ocasionou o acidente e vai aguardar resultado da perícia.
 


 

sexta-feira, 22 de agosto de 2014


SIGA O BLOG
Faça seu LOGIN http://dfdestaque.blogspot.com.br/

Contagem do tempo de bolsista e do serviço militar obrigatório para aposentadoria


A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6894/13, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), que inclui o estudante de escola técnica federal, o bolsista de iniciação científica para ensino superior e médio, e o prestador de serviço militar obrigatório como segurados empregados no Regime Geral de Previdência Social (RGPS, leis 8.212/91 – arrecadação – e 8.213/91 – benefícios). A medida busca computar o tempo da bolsa e do serviço militar para aposentadoria.

Segundo o autor, o período de bolsista é uma fase da vida em “que se ganha pouco, e os direitos previdenciários ainda ficam esquecidos”. Patriota lembra que bolsas mantidas por instituições como CNPq, Capes e ProUni, com dedicação exclusiva, não garantem a contagem do tempo de aperfeiçoamento para aposentadoria.

O mesmo problema acontece, de acordo com o deputado, no serviço militar obrigatório. “Os jovens ficam um ano inteiro prestando serviço às Forças Armadas, ao País, e não podem contar com esse período para a aposentadoria”, diz Patriota.

O período de trabalho nessas áreas, com as características do vínculo empregatício e remuneração, deve ser contado como tempo de serviço para a Previdência Social, na opinião do parlamentar. O tempo de serviço como bolsista vem sendo reconhecido judicialmente quando é comprovado o vínculo empregatício na atividade acadêmica.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 

Proposta garante piso de R$ 4,5 mil para professor de educação física

 Câmara analisa o Projeto de Lei 7006/13, que estabelece o piso de R$ 4.500 para o profissional de Educação Física. O salário mínimo da categoria seria referente a uma jornada de 30 horas semanais, reajustado anualmente pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O texto, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho... (CLT- Decreto-Lei 5.452/43), determina ainda que o profissional de Educação Física não poderá ser contratado para uma jornada de trabalho inferior a 60 horas mensais.

Além disso, o profissional terá direito a repouso de 10 minutos a cada 180 minutos trabalhados e quando celebrar mais de um contrato de trabalho, o vínculo empregatício com cada empregador não poderá exceder 6 horas diárias.
 
Fonte: Agência Câmara

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Parque Prainha do Gama será revitalizado

Após muitos anos abandonado e servindo como ponto de encontro para usuários de drogas e criminosos da região do Gama e de Santa Maria, o Parque Prainha do Gama passará por melhorias. Um pacote de obras lançado pelo Governo do Distrito Federal prevê a revitalização da área e a reforma em vários pontos recreativos. As obras devem custar R$ 3,5 milhões.

O edital para a licitação da empresa que será a responsável pela obra foi lançado no Diário Oficial do DF (DODF), na edição dessa quarta-feira (13). O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibram) administra o parque e acompanhará de perto a execução do trabalho.

Segundo o superintendente de Gestão de Áreas Protegidas, Pedro Salgado, a obra é importante para todos os moradores do Gama e de Santa Maria, uma vez que o parque ocupa parte das duas cidades. "A área é uma reserva ecológica que precisa ser melhor conservada. Com as obras, os moradores contarão novamente com esse parque, que é um excelente ponto de encontro de lazer e recreação", explicou.

O pacote de obras prevê a reforma da piscina - incluindo vestiários e a lanchonete que será reativada -, da sede administrativa e dos banheiros. Dentro das novidades, os frequentadores terão uma pista de caminhada, equipamentos de ginástica e um playground para as crianças.

SEGURANÇA – O que hoje é problema, em breve será apenas lembrança. Depois que tudo estiver pronto, a segurança nos arredores do parque será reforçada para evitar a presença de criminosos e usuários de drogas, além de dar mais conforto aos visitantes. A entrada será revitalizada e contará com guaritas de segurança.

A revitalização será feita com recursos próprios do governo e será licitada pela Secretaria do Meio ambiente. A licitação está prevista para setembro.

O Ibram, que é o responsável pela administração de todos os parques do DF, irá fiscalizar os trabalhos, por meio da superintendência das áreas protegidas. O prazo para execução dos serviços é de até 7 meses a contar da data de assinatura do contrato. Após a reforma, a expectativa é que a reserva ecológica seja bem frequentada e receba, em média, 2 mil pessoas nos fins de semana.