segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Governo vai insistir em fracionamento de salários


O GDF "vai defender a fórmula proposta" de fracionamento dos salários dos servidores. Quem diz é o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle.  Mesmo com a determinação do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) de que deve ser apresentada hoje uma solução para o pagamento dos servidores. Segundo o Tribunal, a quitação da folha do pagamento deve ser feita até o quinta dia útil do mês subsequente.

Justificativa
"Estamos devendo os atrasados", diz o secretário, para argumentar sobre a justificativa que a cúpula do governo vai apresentar. Um documento deve ser encaminhado ao Tribunal de Contas com o posicionamento do governo. É o que garante o chefe da Casa Civil.

Ponto do servidor Jornal de Brasília

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Nota da ADUnB sobre o parcelamento dos salários dos servidores do GDF

 
A  Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB) solidariza-se com os servidores do DF, especialmente com os do setor de educação, em função do parcelamento dos salários implementado pelo governo.

Se a rigorosa medida justifica-se em decorrência da atual situação administrativa do GDF,  que se apure com rigor a responsabilidade de quem deu causa a ela, uma vez que não é justo compartilhar o ônus da situação com os  trabalhadores.
 
A Diretoria.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

CURSO DE FORMAÇÃO TERAPEUTA CORPORAL -

 


A Formação é estruturada em seis Módulos Profissionalizantes que combina conceitos e estratégias atualizadas sobre a nova Medicina das emoções para a qualidade de vida, com a visão das tradições milenares sobre o Ato de Tocar e o Desenvolvimento Humano e de como integrar praticas corporais e as técnicas da Terapia do Toque (Shantala e Reflexologia Infantil, ZEN Shiatsu, Ayurvédica Energética, Reflexologia Podal e EFT) para Liberação Emocional no processo terapêutico.
Aprendizados e modos de “Cuidar do Ser”, princípios que configuram uma abordagem de autodesenvolvimento pela proposta vivencial de todas as técnicas, bem com o auto conhecimento e orientações para atuação profissional e ética do terapeuta.
O Certificado pode ser apresentado a fim de obter a CRT Carteira de Terapeuta Holístico e ser credenciado no SINTE- Sindicado dos Terapeutas. Os participantes serão cadastrados no Instituto Tocar para atuarem em projetos remunerados. Possibilidade de participar de CURSOS LIVRES !


MÓDULO DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS  CORPORAIS  24 e 25 de janeiro - 9h às 19h - 17h

O curso reúne orientações e vivencias sobre a saúde física, emocional, mental e espiritual. Com foco na fisiologia energética, no autoconhecimento e no potencial de cura inerente de todo ser humano para a qualidade de vida. O participante aprenderá como integrar no processo terapêutico as práticas de meditação, técnicas de respiração, relaxamento, como desbloquear tensões por meio de exercícios corporais e transformar estresse em experiências de  bem estar e paz interior. 

MÓDULO SHANTALA E REFLEXOLOGIA INFANTIL – 7 e 8 de fevereiro - 9h âs 19h - 17h
Curso para o aprendizado de duas Técnicas terapêuticas essenciais para a saúde e o desenvolvimento de crianças de 0 a 8 anos. Orientações sobre as necessidades de atenção e afeto na primeira infância e como aplicar a terapia do toque, evitando a criação de traumas de difícil reversão na fase adulta. Os estímulos proporcionados pelas massagens no sistema nervoso geram uma sensação de bem-estar à criança e os efeitos terapêuticos são comprovados cientificamente. Pratica complementar para profissionais ou de apoio ao vinculo afetivo ou como medida preventiva.

 MÓDULO ZEN SHIATSU – 7 e 8 de março - 9h às 19h – 17h

Aprendizado  da massagem oriental Zen Shiatsu que aciona os meridianos (tonificando ou sedando), através de pressão aplicada com os dedos e palma das mãos e ao mesmo tempo faz um grande trabalho de alongamento da musculatura referente à área do meridiano.  A ideia básica é a de restaurar o funcionamento orgânico, potencializar a vitalidade do corpo e diminuir a tensão física e mental trazendo sensação de bem-estar e relaxamento.

MÓDULO AYURVÉDICA ENERGÉTICA 11 e 12 de abril - 9h às 19h- 17h 

Técnica de massagem oriunda da Índia que favorece a integração, o equilíbrio e o intercâmbio dinâmico entre a mente e o corpo. É um método de tratamento corporal de deslizamentos e estímulos nos vários vórtices de energia mesclando toques suaves e profundos com as mãos, auxiliado por óleos vegetais e essências que estimula a circulação, libertando as toxinas presas aos músculos e tecidos. Propicia um realinhamento dos chakras acionando o psíquico emocional/espiritual, alívio das tensões e o fortalecimento do sistema imunológico. 

 MÓDULO EFT – TÉCNICA DO TOQUE PARA LIBERAÇÃO EMOCIONAL  9 e 10 de maio - 9h às 19h - 17h

As Técnicas de Liberação Emocional (EFT) são um processo de psicologia energético, desenvolvido por Gary Craig , que funciona com o sistema energético corpo-mente eliminando todo tipo de problemas emocionais, mentais, físicos e espirituais. Comumente se o descreve como acupuntura emocional, técnicas de autoajuda muito poderosas para libertar medos, ansiedades, dor, depressão, tristezas, inseguranças e problemas físicos. Pratica efetiva para transformar estados emocionais e solucionar muitos problemas rapidamente.  

MÓDULO REFLEXOLOGIA PODAL – 30 de maio das 9h às 19h

Aprendizado de como  aplicar pressão  em áreas reflexas nos pés que tem correspondência com todo o corpo a fim de promover um estado de relaxamento profundo e estimular os processos curativos. Orientações de como estabelecer um tratamento seguro  e natural . É comprovado cientificamente os benefícios da Reflexologia para estimular o fluxo de energia vital, fortalecer o sistema imunológico, deixar a mente mais serena e muita disposição para os afazeres no cotidiano. 
 
Facilitadora - Regina Almeida – CRT 25798
 
Terapeuta Corporal - Formação em Core Energética com Jonh Pierrakos e Acupunturista. Facilitadora de grupos de desenvolvimento humano e meditação há 22 anos. Oferece atendimentos personalizados para Qualidade de Vida com uma abordagem integrativa na recuperação física, psíquica e espiritual. Facilitadora de palestras, workshops, formação para terapeuta corporal e cursos para um viver pleno. Consultora em práticas educativas para a saúde e qualidade de vida nas organizações e empresas. Na atuação de sua responsabilidade social, é membro fundador, Conselheira e Presidente do Instituto TOCAR (OSCIP). Já capacitou  4.000 pessoas entre eles, voluntários, profissionais da saúde e líderes comunitários, sensibilizando-os sobre a importância das práticas educativas para a saúde e bem estar, da importância da afetividade e reconstrução da convivência familiar e motivação do Legado pessoal e social.
 
Investimento, Inscrições e Atendimentos Personalizados
Regina 61- 81721901 – whatsApp 61 - 92365826 - terapeutaregina@gmail.com

 

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Combate à pirataria

Artigo


“Hastearam uma bandeira preta no coração de Brasília. E ela não é símbolo de luto ou protesto. É um sinal da desordem, do tráfico e da sonegação. Significa que a capital do País foi tomada mais uma vez pela pirataria. Hoje, os vendedores piratas estão presentes nos principais centros comerciais brasilienses.A falta de fiscalização e a inoperância do Estado são tamanhas que os camelôs sequer se intimidam ou se envergonham dos seus atos ilícitos. A situação é tão crítica que podermos afirmar que essa é a maior invasão de camelódromos da história recente do Distrito Federal.
No Setor Comercial Sul, o Comércio ilegal ocorre na frente de um posto da Polícia Militar e ao lado de centenas de empresas estabelecidas regularmente.Agora, imagine a cena: um pequeno empresário chega para abrir a sua loja, pela qual ele paga taxas, encargos e os mais variados impostos, e ao seu lado um camelô improvisa uma arara e começa a vender mercadorias pelas quais ele não paga nada para o Estado. Isso não é nem concorrência desleal, é concorrência predatória. A mesma cena se repete em frente aos shoppings populares, nas principais paradas de ônibus e estações de metrô e nos centros das regiões administrativas.
Por trás da pirataria, não estão pessoas trabalhadoras, como muitos tendem a fantasiar. Essa bandeira preta esconde complexas organizações criminosas. Ao contrário do empreendedor, o pirata não gera emprego e receita para o governo.Na sua quase totalidade, eles vendem um produto falsificado, produzido em fábricas clandestinas ao redor do mundo a partir do uso de mão de obra escrava. Essas mercadorias entram nos países de forma ilegal, acompanhadas do tráfico de drogas, armas e seres humanos. É isso que esse Comércio alimenta. De acordo com a Receita Federal, os prejuízos causados pelo contrabando, o descaminho e a pirataria alcançam em torno de R$ 100 bilhões por ano no Brasil. Quem compra produto pirata se associa ao crime. O governo que deixa isso acontecer, também.

Adelmir Santana,  Presidente da Fecomércio-DF”.


Fonte: Site Fecomércio DF

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Pacto por Brasília




O deputado distrital Joe Valle e o senador Cristovam Buarque, ambos do PDT, e advogados da Comissão de Direito Administrativo da OAB-DF ingressaram ação no Tribunal de Contas da União (TCU), no final da tarde de ontem (14/01), para solicitar a antecipação do repasse para o Governo do DF do duodécimo, 1/12 (um doze avos), do Fundo Constitucional do Distrito Federal, referente ao recurso do mês de dezembro de 2015.

A representação pede ainda que o TCU faça uma fiscalização imediata da aplicação dos recursos do fundo entre os anos de 2011 e 2014 — gestão do ex-governador Agnelo Queiroz (PT). Caso sejam constatadas irregularidades na aplicação do dinheiro, a ação cobra a identificação e punição dos responsáveis.
O GDF enfrenta hoje uma das piores crises financeiras de sua história. Servidores da Saúde e da Educação, entre outras carreiras, estão sem receber salários de janeiro e benefícios devidos do ano anterior.
Os parlamentares pedem que o TCU determine aos ministros da Fazenda e do Planejamento e ao secretário do Tesouro Nacional a “adoção de medidas tendentes à antecipação de duodécimos do Fundo Constitucional do Distrito Federal do orçamento da União de 2015, no montante necessário a ser apresentado pelo Governo do Distrito Federal, para fazer face aos compromissos emergenciais decorrentes da incapacidade financeira do Distrito Federal para arcar com os compromissos das áreas de saúde e educação, cuja assistência financeira compete constitucionalmente à União”.
O pedido dos parlamentares reforça que a situação da capital federal é extrema, sendo fundamental o repasse do dinheiro para que se assegure à população a prestação de serviços públicos de saúde e educação.
Os autores da ação convidam a população de Brasília para fazer um pacto com todas as categorias e o governo para que a Cidade vença o caos. Para Joe Valle, a ação representa o primeiro passo para o pacto. 


“Estamos num momento importante que pode significar avançar com ganhos ou entrar num caos completo. Queremos juntar forças para que a cidade possa ter soluções imediatas.”, ressaltou o deputado.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

2014 está longe de acabar para a população do DF, principalmente para os servidores

Agora eles são culpados de tudo: pela falta de dinheiro. Têm que receber salários atrasados , picados; férias, 13º divididos. São 15 dias de horror que famílias vivem sem uma luz ao fim do túnel.
É notório que os direitos trabalhistas desses servidores estão sendo desrespeitados. O DF está  um caos. Cada proposta que os gestores fazem não é bem recebida.
Tudo foge ao estabelecido em acordo .
Uns falam de falta de experiência, de demasiadas desculpas utilizadas pelo  governo atual.
Outros conclamam os servidores para a greve até uma saída honrosa e respeitável.

O governo tem que está preocupado em fechar as torneiras, começando com comissionados que ainda não foram trabalhar, que não dão as caras e várias outras incongruências.
Os servidores não têm dúvida: entra governo  e sai governo  e nada muda. O trabalhador é sempre prejudicado.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Celina Leão (PDT) presidente da CLDF